O que a Deusa Hera da Mitologia Grega lhe pode ensinar sobre as suas Relações!

Este artigo faz parte integrante da websérie da Academia Mística – Deuses e os Seus Ensinamentos que nos dá conta de histórias mitológicas e de que forma podemos retirar aprendizagens válidas na atualidade.

Quem é a Deusa Hera? Em que panteão da mitologia se insere?

Hera, da mitologia grega, era uma deusa que governava Olimpo em conjunto com o seu companheiro Zeus.

É considerada a deusa protetora de todas as mães casadas devido aos sucessivos episódios de sofrimento, traição e infelicidade que decorreram enquanto estava junta com Zeus.

Era comum Zeus encontrar-se frequentemente com algumas amantes. São várias as histórias de traição que se contam desta relação. Hoje dou-lhe a conhecer uma delas que ilustra perfeitamente um dos grandes problemas também do século XXI – a falta de amor próprio e a excessiva dependência que sentimos pelo outro.

deusahera_academiamistica.png

Fonte | Pinterest

A História de Calisto – Amante de Zeus (e a formação de uma constelação)

Calisto era uma bela mulher extremamente atraente que conseguiu seduzir Zeus. Quando Hera descobriu que estaria a ser traída enfeitiçou Calisto transformando-a numa ursa.

A bela mulher, agora transformada, com medo dos caçadores e da população fugiu e abrigou-se na floresta durante muito tempo.

Certo dia, o seu filho Arcas foi caçar à floresta. A mulher ursa preparava-se para abraçar o filho, mas Arcas não reconhecendo a sua mãe rapidamente mostrou a intenção de lhe espetar uma seta.

Hera via tudo de longe e com compaixão da mãe e do filho, talvez por também se identificar com eles, decidiu transformar Arcas em urso e mandar os dois para o céu estrelado para ficarem juntos para sempre.

Aí se formam a Ursa Maior e a Ursa Menor, a constelação de cada um que podemos contemplar ainda nos dias de hoje num céu estrelado.

deusahera_academiamistica_2.png

Hera, uma mulher de…

Isto demonstra da parte da Deusa Hera alguma frieza na capacidade de transformar um ser humano num animal, guiada pelo ódio, pela vingança e pelo rancor pelo motivo de se sentir traída. Mas também demonstra o seu lado mais sensitivo quando envia mãe e filho juntos para a eternidade, guiada pelo amor e pela compaixão.

Não devemos guardar rancor seja daquilo que for, com quem for ou que atitudes tomaram connosco. Devemos, pelo contrário, afastar-mos-nos de pessoas que não nos fazem bem e que nos magoam.

O que deveria Hera ter feito quando descobriu que estaria a ser traída?

Afastar-se de Zeus. Ele não a amava verdadeiramente. Nesta situação a Deusa deveria agido através da lógica e da razão e não ter reações rápidas movidas pelos sentimentos quentes do coração.

Hera viveu uma vida de sofrimento, angústia e traição pois nunca soube afastar-se diretamente daquilo que lhe fazia mal.

deusahera_academiamistica_1

Essa é uma das razões que nos traz alguma infelicidade. Temos que ser mais atentos, por vezes pensar um pouco mais com a razão, cortar com aquilo que sentimos que nos está a prejudicar e seguir em frente com todas as nossas forças e o nosso enorme potencial.

Acredito que assim eu sou muito mais feliz, você é muito mais feliz e Hera teria sido muito mais feliz!

Obrigada,

Duarte Mendes

E-mail: academiamistica@gmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s